quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Curso de Consolidação - Capítulo CINCO


Aprenda a Perdoar
   
O perdão é extremamente importante porque demonstra um principio espiritual muito sério. Deus trata você de acordo com a maneira como você trata o seu irmão. Veja o que Jesus disse em Mateus 6. 14 e 15 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas.

Assim, Deus só nos perdoa se perdoarmos a quem nos ofende. Além disso, Ele deseja que tratemos uns aos outros da forma como Ele nos tratou. Efésios 4:32 Sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando vos uns aos outros, assim como também Deus, em Cristo, vos perdoou. A única barreira colocada pelo Senhor para que nossas orações não sejam ouvidas foi o rancor e o ressentimento para com os irmãos. Se você tem um coração duro, um temperamento explosivo e ainda é uma criança espiritual você precisa crescer e abandonar as coisas de menino. Vamos ver algumas coisas importantes:


  • O que fazer?
Porque você foi livremente perdoado, graciosamente também libera o perdão sobre os outros.
- Você não deve guardar ressentimentos, mesmo que justificáveis.
- Não espere o arrependimento do outro para, só então, perdoá-lo.
- Não se permita alimentar a mágoa em seu coração, antes trate dela rapidamente.


  •  Ressentimento produz escravidão
A falta de perdão sempre mantém você em uma escravidão pelos seguintes motivos:
- Ressentimento é uma das causas de enfermidades;
- Ressentimento produz fortalezas espirituais malignas.
- O ressentimento o torna escravo da pessoa que o ofendeu. Sua mente e suas ações estão sempre em função dela.



  •  O que fazer se você ofendeu alguém?
Mateus 5. 23-26 23 Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta.Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás com ele a caminho, para que o adversário não te entregue ao juiz, o juiz, ao oficial de justiça, e sejas recolhido à prisão.Em verdade te digo que não sairás dali, enquanto não pagares o último centavo.
Ser recolhido a prisão pode significar varias coisas:
- Pode ser que, se você não resolver o problema com o seu irmão ofendido e ele morrer, ficará com uma pendência para ser resolvida no dia do julgamento.
- Pode significar também a manifestação de doenças físicas e mentais que podem ser fardos pesados em sua vida.
- A falta de perdão propicia uma base legal para o estabelecimento de fortalezas malignas em sua vida.


  • O que a pessoa ofendida deve fazer?
A primeira coisa é ir ter com o irmão. Jesus disse que “ se teu irmão pecar contra ti, vai argui-lo entre ti e ele só” Mateus 18: 15
Não fique comentando com outras pessoas a respeito da sua mágoa ou ressentimento. Jesus disse que se seu irmão pecar contra você e se arrepender, deve perdoá-lo quantas vezes for necessário. Lucas 17. 3 e 4

 Dicas Práticas:
  • Abandone toda atitude mundana. O mundo alem de não perdoar julga quem perdoa.
  • Seja justo consigo mesmo e tolerante para com as falhas do outros.
  • O perdão é uma decisão. Decida a ser uma pessoa perdoadora e de bom coração.
  • Abandone o espírito de vingança.
  • Peça a Deus para mostrar a você como Ele vê o agressor. Se você ver como Deus vê, passará a sentir como Deus sente.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Dez mentiras que dizemos a respeito de nós mesmos.


 "Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Afligi-vos, lamentai e chorai. Converta-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria, em tristeza. Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará."( Tg. 4: 7)


ü  Se a bíblia diz para resistir, é porque existem resistências contra as nossa vidas.
Resistência é tornar a caminhada mais difícil.
Muitas vezes o inimigo torna a nossa caminha mais difícil e muitos retrocedem.

ü  A maneira mais comum do diabo criar resistência é criando a mentira.
Jo. 8: 44   Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.

ü  Como a verdade é uma arma poderosa em DEUS, por ela liberta, o diabo cria a mentira para escravizar.

ü  Como ele fala a mentira?
Como ele é espírito (como vento/ sobro) ele sopra em nossos ouvidos.
O diabo sempre usa a primeira pessoa para soprar.
A mentira tem varias facetas e precisamos tomar muito cuidado nos revestindo de toda armadura de Deus.

Dez mentiras que falamos para nós mesmos.


Primeiro: Eu não tenho tempo.



ü  Orar, estudar a Palavra, liderar, ir a igreja, ir a célula, eventos da igreja e outros.
ü  Mt. 16: 26 – Do que adianta envolver com o mundo e perder a alma?
ü  Mt. 6:33 – Deus  o seu reino e a sua vontade vem em primeiro lugar. Essa é a ordem de Deus!

Segundo: Eu tenho tempo sobrando.

ü  Isso é mentira.
ü  Muitos dizem: não preciso me apressar em servir a Deus porque tenho muito tempo sobrando e por isso posso esperar mais um pouco.
ü  Vc não tem todo tempo como imagina. A vontade de DEUS está se cumprindo e muitos estão continuam inertes.

Ef. 5.15 - 17  - O tempo passa muito rápido.

Tg. 4: 14  - O homem não sabe do dia do amanhã.

IJo. 2: 17 – O mundo passa...



Terceiro: Ninguém vai ver o que estou fazendo.





ü  Você pode olhar para o lado direito, para o esquerdo, para traz e não vê ninguém; mas esquecemos de olhar para cima.

ü  Deus é onipresente Ele está em todos os lugares e seus olhos passam por toda a terra.

Sl. 139: 7 -  Não existe lugar que Deus não esteja.

2 Cr. 19:9 – Os olhos do Senhor estão sobre toda a terra.

Lc. 12:2  - Não há nada encoberto. ( Não queira ter uma vida dupla)

Nm. 32:23 – O pecado nos acha mais cedo ou mais tarde.

Quarto: Deus sabe que eu sou assim, Ele me fez assim.

ü  Ez. 28: 15
Eu sou assim mesmo, fui criado por meus pais assim...

Deus não criou o homem explosivo, colérico, Deus não criou o homem mal humorado.

 Nós somos frutos de nossas próprias escolhas..
ü  At. 17:30  - Lc. 13:4
ü  Uma vez nascidos de Deus, passamos ter a natureza de Deus e devemos expressar os frutos do Espírito- Gl. 5:22

Quinta: Posso fazer o que eu quiser e depois eu peço perdão.

ü  Hb. 10: 26 -31 – “Se conscientize desses princípios.”
Arranca o que te faz pecar

Não ande com quem te faz pecar e desviar

Deus retrubuirá!

Sexta: Deus sabe que estou sendo sincero.

ü  Sinceridade não é suficiente. É necessário conhecer a vontade de Deus.
ü  I Cr. 13. 5 – Davi não procurou saber a vontade de DEUS.
ü  De boa intenção o inferno esta cheio.
ü  Deus não aceita tudo, somente aquilo que está em linha com a vontade Dele.
ü  O sincero vive sem cera



Sétima: A maioria faz assim.

ü  Porque a igreja de vocês é diferente enquanto as outras não apertam tanto.
ü  Ex. 23:2 “Se não é de acordo com a Palavra de DEUS é do diabo!”
O importante não é a maioria e sim a vontade de JESUS. 

Cuidado com o  ditado:
" a voz do povo é a voz de Deus".
 Foi a voz do povo de disse:  solte  Barrabás, crucifica Jesus.
ü  Nós estamos na embaixada celestial nesta terra.
ü  I Rs. 18:17 “ todos adoram baal e só você adora Jeová.”
ü  Não devemos nos importar se a maioria é diferente e faz contra a vontade de Deus, nós fazemos a vontade de Deus.


Oitava: Eu sou muito jovem para me envolver com coisa tão serias.
ü  I Jo. 2: 13
ü  I Tm. 4: 12

Nona: Eu sou muito velho, já fiz minha parte.
ü  Tt. 2:3 – Os mais velhos tem um papel fundamental na vida da Igreja.
ü  At 15: 22 RC. “22  Então, pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos, com toda a igreja, eleger varões dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, varões distintos entre os irmãos.
ü  Os mais velhos deveriam ser aqueles como colunas na igreja para dar suporte.

Décima: Não adianta pregar para eles, eles tem liberdade de escolha.


ü  Essa mentira é usada para aqueles que têm orado por seus pais, mulheres que tem orando por seus maridos etc. É DEUS quem nos converte e não escolhemos a conversão – Jo. 15
ü  Lc. 1:37
ü  Js. 24: 15 “ eu e minha casa serviremos ao Senhor.”
ü  I Co. 6:9
Conclusão: Nós resistimos o diabo ( mentira ) vestindo o cinturão da verdade.

Não percam !!! Conferência Vinha Bahia 2012


Curso de Consolidação - Capitulo Quatro

Não Deixe de Congregar


Uma atitude comum em nossos dias é considerar a participação no culto como sendo algo secundário e até desnecessário para a vida cristã. Mas esse não era o entendimento e a prática dos primeiros cristãos, conforme relata o livro de Atos: “E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo” (At 5.42). Eles se reuniam diariamente e sabiam que o reunir-se liberava um grande poder espiritual, por isso “diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração” (At 2.46). Em nossos dias, pessoas ficam semanas sem participar do culto e parecem não sentir falta alguma. Outras ficam meses sem participar da ceia e acham isso normal. Mas, definitivamente, não é normal, não é o padrão de um crente vencedor.

Uma é a graça individual, outra a graça coletiva

No decorrer dos anos, temos aprendido que existe uma graça que é liberada sobre nós individualmente, mas há outro nível de graça e desfrute que somente podemos receber quando estamos reunidos com os irmãos: é a graça coletiva.
Jesus nos ensinou que podemos orar em secreto em nosso quartos, mas existe uma oração que, para ser feita, devemos estar reunidos no nome dEle e em concordância. Quando isso acontece, o Pai libera do céu a Sua bênção. Mas, se deixarmos de nos reunir, é certo que muitas orações ficarão sem resposta porque não foram feitas segundo o padrão de Deus.
Aquele irmão que deixa seguidamente de congregar e de participar dos cultos da igreja está perdendo algo em sua vida espiritual. Deixar de reunir-se é uma atitude arrogante. Fazendo isso, a pessoa está declarando que não necessita de ninguém, que é auto-suficiente e que pode viver a vida cristã sem qualquer ajuda do Corpo. Nós sabemos que Deus resiste ao soberbo. Essa pessoa começará a se sentir seca e insensível, pois o Senhor a resistirá e, com o tempo, ela pode vir até mesmo a se afastar completamente da fé. As reuniões da igreja são uma grande proteção.
Esse princípio também é verdadeiro com respeito à Palavra de Deus. Podemos ter revelação em certa medida buscando a Deus sozinhos em nossas casas, mas as revelações mais profundas e o entendimento de muitas partes da Palavra de Deus só nos serão liberados na reunião da congregação.
Você já observou que, mesmo ouvindo em casa a pregação do último final de semana, o impacto em nossas vidas não é o mesmo? Isso acontece porque não basta receber a palavra certa, é preciso que essa palavra seja ministrada em um ambiente correto. Uma palavra ouvida em um ambiente impróprio não produz resultados espirituais duradouros. Muitos acham que não precisam ir ao culto e que basta comprar o CD com a pregação e ouvi-la em casa. Mas, agindo assim, estão perdendo a unção liberada na reunião e a própria palavra não vai penetrar na vida deles como aconteceria em um culto.
É algo sobrenatural o que acontece quando um grupo de irmãos se reúne para adorar a Deus e receber a Palavra. Aquela atitude unânime, o coração focado nas coisas do céu, a fé liberada, o estímulo mútuo, tudo isso tem um poder impressionante. Uma reunião assim sempre nos marca e nunca somos os mesmos depois que saímos dali.
Você consegue perceber o quanto perdemos quando deixamos de ir ao culto ou quando vamos muito raramente? Participar do culto dos santos deveria ser uma prática diária, mas em função do tempo em que vivemos deveria ser algo que fazemos pelo menos duas vezes por semana: na célula e na celebração.

Não há igreja sem comunhão

No Velho Testamento, o povo se reunia para adorar na tenda da congregação, ou da comunhão. Quando o povo estava ali, eles eram a “congregação” de Israel. No Novo Testamento, a Palavra de Deus nos exorta a que não deixemos de nos congregar. O apóstolo diz: “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima” (Hb 10.25).
Por que uma pessoa deixaria de ir ao culto da igreja? Naturalmente, algumas estão impedidas de se locomoverem, outras estão incapacitadas ou estão enfermas fisicamente; outras, porém, preferem ficar em casa assistindo sermões pelo rádio, pela TV ou até pela internet. Nós sabemos que o próprio Senhor Jesus ia à sinagoga todos os sábados para congregar (Lc 4.16). Se somos Seus discípulos, precisamos fazer como Ele fez. Nem faço menção àqueles que não vão ao culto porque estão seduzidos pelas coisas do mundo e pela embriaguez do presente século. Certamente, o diabo oferece um verdadeiro cardápio de coisas sedutoras para impedi-los de ir cultuar a Deus.
Você sabia que os discípulos perseveraram reunindo-se juntos no cenáculo até serem revestidos do poder do Espírito Santo? Fico pensando se um daqueles cento e vinte tivesse faltado justamente no dia que o Espírito veio. Que perda não teria sido!
O cristianismo é singular por não ser de natureza individual, mas coletiva. A própria palavra “igreja”, eklesia no grego, significa assembléia, ajuntamento, reunião, “os chamados para fora”. Deus não apenas chamou para fora um povo, mas quer também que eles se congreguem. Se cada um que fosse chamado mantivesse sua independência, não haveria igreja. Querer estar na igreja sem se reunir é uma contradição de termos. Todos os crentes devem se reunir para que possam receber da graça de Deus.

O Corpo se expressa na reunião

Algumas pessoas dizem que não precisam ir ao culto porque hoje Deus não habita em prédios feitos por mãos humanas e que, portanto, elas podem adorar e invocar ao Senhor em qualquer lugar. Isso é verdade, de fato, Deus não habita em prédios, mas nós não vamos adorar com os irmãos por causa do lugar, mas por causa da comunhão do Corpo. Se a congregação quiser, pode se reunir em qualquer lugar, mas, segundo a palavra de Deus, os santos devem se reunir.
Não usamos mais o Salmo 122 como motivo de nos reunirmos. Já não dizemos: “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.” A Casa de Deus, hoje, somos nós. De fato, a mulher samaritana disse a Jesus: “Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Mas Jesus lhe respondeu: ‘Mulher, podes crer-me que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai (...). Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade’” (Jo 4.20-24). Entretanto, nada disso nega o fato de que devemos nos reunir. Apenas mostra que podemos nos reunir em qualquer lugar.
Precisamos nos reunir. Quando nos reunimos há uma sinergia espiritual, o poder de Deus é multiplicado: “Como poderia um só perseguir mil, e dois fazerem fugir dez mil, se a sua Rocha lhos não vendera, e o Senhor lhos não entregara?” (Dt 32.30). Um persegue mil, mas dois juntos perseguem dez mil. Não é maravilhoso?

A Presença do Senhor está no Reunir

Todos nós sabemos que o Senhor é fiel e Ele, por duas vezes, nos prometeu Sua presença. Em Mateus 28.20, Ele disse que estaria conosco de forma individual todos os dias de nossa vida ou até a consumação dos séculos. Já em Mateus 18.20, Ele prometeu Sua presença à Igreja de maneira coletiva. Ele disse: “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles”. Uma coisa é ter a presença do Senhor em nosso espírito, outra coisa é desfrutar de Sua presença quando estamos juntos como Igreja.
Como um crente pode rejeitar estar onde a presença de Deus está? Semana após semana, muitos crentes têm uma desculpa para não irem ao culto. Alguns se desculpam, dizendo que é legalismo exigir ir ao culto toda semana. Mas a verdade é que a sua freqüência ao culto fala do lugar das coisas de Deus na sua vida. Conheço donas de casa que acham mais difícil ir à igreja no domingo de manhã, do que fazer qualquer outra coisa. Mas durante a semana, elas têm tempo sobrando para ficar andando por aí! Elas estão sempre correndo, fazendo algo de especial para os seus filhos. Elas arranjam tempo para aulas de dança, de música, para compras, festas, esportes, academia. E a lista vai crescendo. Mas, para as coisas do Senhor, elas acham o tempo curto. A mensagem que passam é essa: “Deus não é minha prioridade”.
A maior indignidade que qualquer cristão pode cometer contra o Senhor é deixá-lO em uma posição secundária. Isso é um tapa na face de Deus. Como você prioriza o seu tempo? Por exemplo, quantas vezes você faltou aos cultos da igreja por causa de seus negócios? Nestas ocasiões, não foram os seus clientes que ficaram aguardando, foi Deus. Eles foram postos em primeiro lugar, acima dos interesses dEle!
Compreendo que você não possa evitar faltar ao culto se você seu trabalho lhe impede de freqüentar. É o caso, por exemplo, de enfermeiras, médicos ou guardas-noturnos. Mas e aquelas pessoas que podem escolher? Aquelas que dirigem o seu próprio negócio e que optam por trabalhar em vez de adorar a Deus com a igreja. Qual é a prioridade na sua vida? Quem fica esperando: seus negócios ou o Senhor?
Nos últimos dias, disse Jesus, muitos estarão tão ocupados, tão envolvidos com os seus próprios interesses, que deixarão de lado todos os interesses do céu! Deixar de ir ao culto da igreja é negligenciar a Deus. Não ter tempo para buscar o Senhor, não ter tempo para se assentar aos Seus pés e aprender.
Essas pessoas podem estar fazendo coisas boas e legítimas, porém o Senhor não é o primeiro para elas! Ele não é o centro de suas vidas. Se Ele fosse, não O colocariam de lado. Elas achariam tempo para ficar com Ele!
Muitos estão convencidos que estão destinados para o céu. Porém, semana após semana, negligenciam a obra de Deus, a palavra de Deus, a oração e a adoração. Se forem salvos, certamente não são vencedores.

Como Devemos nos Reunir

O Senhor nos ensinou que devemos nos reunir em Seu nome. Reunir em nome do Senhor significa que nós nos reunimos para exaltá-lO e nos colocar debaixo de Sua autoridade. Quando nos reunimos no nome do Senhor, Ele se faz presente entre nós. Reunir-se no nome do Senhor significa que todas as outras razões para estarmos ali são secundárias. Ele é o centro.
Mas a Palavra de Deus também nos ensina que devemos nos reunir para a edificação do Corpo.  Paulo diz: “Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação” (1Co 14.26). O culto não é para entretenimento, mas tudo deve ser feito com o propósito de edificar.
O princípio básico de uma reunião é a edificação do Corpo de Cristo. Todavia, em uma igreja em células, como a nossa, nós temos duas reuniões semanais: a reunião menor na célula e a reunião maior, de celebração, com toda a igreja. Em ambas, o alvo é a edificação, mas de formas diferentes.
Na igreja em células, há um equilíbrio entre as reuniões da célula e de celebração. Uma igreja em células é como uma igreja de duas asas: uma asa é a célula, e a outra, a celebração de domingo. Se as duas asas estão equilibradas, a igreja poderá voar para posições mais altas. Não podemos admitir que os irmãos participem apenas de uma das reuniões, precisamos das duas.
As reuniões de celebração são reuniões semanais nas quais todas as células se reúnem para adoração e edificação. Essas reuniões acontecem a cada domingo, no prédio da igreja. Elas são muito importantes e nenhum membro pode faltar a elas porque elas equilibram a sua dieta espiritual.
   Enquanto na reunião de celebração, ouvimos para gerar fé; na célula, falamos para crescer em fé.
   Na reunião de celebração, fazemos oração de guerra em nível estratégico. Na célula, fazemos oração de guerra em nível pessoal.
   Na celebração, buscamos libertação; na célula, mantemos a libertação.
   Na celebração, o alvo é ensino; na célula, o alvo é discipulado.
   Na reunião de celebração, o alvo é ministrar a Palavra; na célula, o alvo é praticar e compartilhar a Palavra que temos vivido.
   Na celebração, aprende-se com o pregador; na célula, aprendem uns com os outros.
   Na celebração, temos testemunho e evangelismo de massa; na célula, temos testemunho e evangelismo pessoal.
   Nas reuniões de celebração temos doutrina; nas células temos revelação, línguas e interpretação.
Seja humilde e não pense muito alto de si mesmo, como se você fosse a maravilha do século 21. Aprenda a ser humilde e venha para a reunião da igreja para que possamos ser fortes. Sempre que as pessoas estiverem em nosso meio, elas devem sentir instantaneamente a presença de Deus. É por isso que oramos e é isso que temos experimentado. O Espírito Santo tem movido entre nós. Espero que você possa testemunhar, como muitos já têm feito, que verdadeiramente Deus está entre nós.

Motivos porque muitos deixam de congregar
Hebreus 10:25  Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.
ü  Porque não priorizam a Deus.
Mateus 6:33  buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
Buscar a DEUS em primeiro lugar é a garantia de que Deus não deixará que nada nos falte. Quando não priorizamos é porque não nos importamos com aquilo. Existem muitas pessoas que ao deixar de priorizar a reunião de domingo estão dizendo não precisam de Deus. Se a algo que precisamos priorizar é a questão do reino de Deus. Deixar de priorizar é deixar de dar importância. É quase incompreensível deixar de se importar com algo tão sagrado e importante para as nossas vidas. Não se importar com uma reunião tão importante como o culto, é deixar de se importar com aquilo que Deus fez na cruz, querido, Ele morreu por você, salvou você e o mínimo que Ele pede é congregar, será que isso é mais difícil do que morrer em uma cruz?

ü  Porque não amam a Deus genuinamente.
João 14:21  Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele.
Existem características de quem ama a DEUS; quem ama guarda os mandamentos Dele. Jesus disse que Devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus, um filho de verdade não pode desprezar algo tão importante.O culto é onde nos reunimos para buscar o reino de Deus. Quem ama da valor; tenho estado triste em meu espírito nestes últimos meses por ver tantos irmãos deixando de valorizar os cultos da igreja. Nossos cultos são permeados da Presença de Deus, não fazemos nada sem orar e jejuar, nossas pregações, são voltadas para os princípios da Palavra e as mesmas são preparadas com muita dedicação e temor.  Quem ama dedica; não há amor sem dedicação, em um relacionamento sadio e verdadeiro as pessoas se dedicam umas as outras em prol do amor. Nós que amamos a Deus precisamos dedicar tempo a Ele, estar nos cultos é uma das maneiras de dedicar nosso tempo, nosso louvor, nossa gratidão e etc. Se você tem ignorado o que Paulo disse: não deixe de congregar, você precisa avaliar se você ama a Deus biblicamente. Quem ama faz; O amor de Deus para conosco é demonstrado, Ele morreu na cruz.
Não podemos dizer que amamos a Deus se não fazemos algo que demonstra esse amor. Nos cultos, Deus sempre nos desafia a fazer algo que engrandeça o Nome Dele. Quando deixamos de congregar, deixamos de sermos desafiados e por isso nosso amor vai se esfriando, isto é tão perigoso.



ü  Muitos deixam de congregar por não discernir o mundo espiritual.
Em Oseías 4:6 diz que o povo perece por falta de conhecimento, a falta de conhecimento está ligada a falta de discernimento espiritual. Precisamos nos conscientizar que estamos em uma batalha espiritual e o inimigo fará de tudo para tirar a nossa fome pelas coisas de Deus. Paulo diz em II Co. 2:11 que não devemos ignorar os desígnios (artimanhas) do diabo. Não tenho duvida de que uma das grandes artimanhas do inimigo é tentar roubar nosso tempo com Deus, isto inclui tirar você dos cultos aos domingos. Cuidado! O culto deveria ser encarado com muito mais temor do que a empresa que você trabalha, a empresa determina que o funcionário não falte e assim, ele não falta porque sabe que pode perder caso desobedeça a ordem do patrão. Deus está acima de qualquer patrão e Ele usou o apostolo Paulo para nos dizer: não deixemos de congregar! O que a falta de discernimento? É a cegueira espiritual que muito tem em suas vidas, se os olhos continuarem fechados para Deus certamente deixará de ter muitas vitorias.
ü  Muitos deixam de congregar porque estão caindo na cilada do inimigo.
Efésios 6:11  Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo;
Está bem explicado: quem não estiver firme certamente cairá na cilada do inimigo. O que é uma cilada? É uma armadilha, um buraco que é aberto para cairmos. As ciladas podem vir de muitas maneiras na vida daqueles que servem a Deus. Muitas vezes é usado nestas ciladas pessoas e situações para nos tirar do centro da vontade de Deus, caba a cada um estar firme para não cair e ter o discernimento quando é algo proveniente do inimigo. Quantas coisas que tem sido como ciladas do inimigo para nos tirar do culto? Certamente são muitas, avalie!
ü  Congregar é uma maneira de vigiar
Hebreus 10:25  Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima. Vamos ver o que diz Mateus 24: 42 -44  Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor.Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa.Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá.  Gostaria ainda que ler Mateus 24:35 – 39 Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai. Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.  Eu temo muito o que está escrito, hoje já estamos vivendo o que Jesus disse, veja os detalhes:
a.       Vigiar – se os cultos estão vazios, você acha que a maioria dos crentes vigiam em casa?
b.       Ficai apercebidos: significa sintonizado o tempo todo.
c.       Minhas Palavras não passaram: O Senhor não mente – Nm. 23:19
d.       Dias de Noé ( comiam, bebiam, festas e festas )  - estamos vivendo esses dias.
e.       Ladrão – um ladrão planeja a invasão. Deus já tem tudo planejado.
f.        Veio o dilúvio e levou a todos – Todos que não se importaram com Deus.
Não sei quanto a você, mas se o seu caso está parecido com o que acabamos de ler é preciso se posicionar em Deus e mudar de postura. Se você tem desprezado as escrituras e o poder de DEUS você colherá o fruto disso, mas sabemos que Deus nos dá a oportunidade de prosseguir da maneira correta. Mude hoje, não deixe de congregar, todos os domingos nos reunimos para buscar a DEUS e fortalecer nossas vidas Nele. Nossa célula é uma célula de vencedores por isso a partir de hoje gostaria de ver cada membro em todos os cultos da nossa igreja. 

domingo, 29 de julho de 2012

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Curso de Consolidação - Capítulo TRÊS



A Comunhão da Família de Deus. 

"At. 2:42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. "

O cristianismo não é para ser vivido sozinho. A vida em comunidade é a forma bíblica de vivermos a vida cristã. Uma das maneiras de mostrarmos essa intimidade com Deus é através da pratica dessa comunhão com os irmãos. Nem Jesus viveu uma vida solitária, Ele nos ensinou a viver, amar e servir uns aos outros. Vamos aprender melhor sobre a comunhão.

1. Porque a comunhão é tão importante.

Não importa a sua teologia correta, os seus dons extraordinários ou sua visão ampla e estratégia da vida cristã e muito menos seus conhecimentos que possuiu através de seminários, cursos ou da própria experiência de vida dentro da igreja. Se você é individualista e não tem comunhão com a igreja, certamente você está fora da vontade de Deus.

Sem comunhão você é um tijolo fora da construção, um membro fora do corpo, um soldado perdido no campo de batalha, ou seja, é uma grande incoerência, uma contradição e uma vida sem propósito se você não praticar a comunhão. Porque precisamos ter comunhão?

a. Você é parte de uma mesma família.

Gálatas 6:10 Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé.

Efésios 2:19 -21 Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus,edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular;no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor,no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.

b. Você não pode crescer sozinho.

Assim como uma criança aprende com seus pais e irmãos mais velhos, você também precisa de pais e irmãos espirituais para crescer em Deus; não ignore esse princípio. O próprio Jesus foi batizado por João Batista. Existem igrejas aonde as pessoas vão apenas para fazer campanha e buscar uma benção, mas igreja não pode ser só isso, isso por si só não completa a vontade de Deus para o homem. Há ocasiões em que o pai precisa corrigir, amar o filho e isso acontece na igreja; precisamos de encorajamento, correções e de amor. Isso se dá através da comunhão.

c. A comunhão protege você.

Em Eclesiastes 4: 9 – 12 diz 9 Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante.Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.

d. Cristo se Manifesta na Comunhão e libera seu poder em nós

Mateus 18: 19- 20 19 Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.

20 Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.

Quatro maneiras sadias de termos comunhão uns com os outros

1. Podemos ter comunhão na reunião de celebração aos domingos.

2. Podemos ter comunhão na reunião da célula.

3. Podemos ter comunhão nas reuniões de confraternização.

4. Podemos ter comunhão dia a dia.

Vamos ver o que a bíblia nos ensina sobre essas maneiras:

ü Devemos amar os irmãos

Jo. 13: 34 Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.

ü Devemos acolher uns aos outros.

Rm. 15. 7 Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus.

ü Devemos evitar divisões e cooperar uns com os outros

I Co.12. 25 – 26 25 para que não haja divisão no corpo; pelo contrário, cooperem os membros, com igual cuidado, em favor uns dos outros.De maneira que, se um membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um deles é honrado, com ele todos se regozijam.

ü Não devemos julgar a ninguém

Rm.14:13 Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.


ü Não devemos falar mal uns dos outros.

Tg. 4: 11 – 12 Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão ou julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?
Tg. 5: 9 9 Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas.

ü Não devemos brigar uns com os outros.

Gl. 5: 15 -16 15 Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos.
16 Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

ü Não devemos ser exibidos.

Gl.5: 26 Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.

ü Não devemos mentir.

Cl .3:9 – 10 9 Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos
10 e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;

ü Devemos edificar os irmãos.

I Ts. 5: 11 Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo.

ü Devemos perdoar a quem nos ofender

Ef. 4: 32 32 Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.

ü Devemos aprender a sofrer o dano.

I Co. 6:7 O só existir entre vós demandas já é completa derrota para vós outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?

ü Devemos considerar o outro superior a nós mesmos.

Fp. 2. 3 – 4 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,

Dicas práticas:

ü É fundamental que você tenha comunhão com a família de Cristo, pois agora ao nascer de novo você pertence a Ele, Cristo Jesus.

ü Leia em seus devocionais estes versículos para que você não caia nas ciladas do inimigo. Nossos irmãos em Cristo são preciosos e devemos viver com eles em um relacionamento sadio.

ü Aprenda a ser maduro se porventura surgir algum problema de relacionamento. Não deixe o diabo vencer você com essas coisas, seja superior praticando o que está escrito: em Cristo Jesus somos mais que vencedores...

ü Jesus veio morrer pela a igreja. Ame a igreja que você está em nosso caso ame a videira, ela tem sido uma benção em nossas vidas. Não despreze a sua igreja.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Curso de Consolidação - capítulo DOIS


Abandone as práticas do passado. 



"  E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. "
(2 Coríntios 5:17)

Uma vez que você nasceu de novo e á nova criatura, precisa se desfazer das coisas de sua velha vida. É absolutamente imprescindível que você encerre todas as práticas e costumes anteriores que são incompatíveis com a Palavra de Deus. Certamente você tem uma série de coisas a serem abandonadas nas quais não devem ser praticadas em sua nova vida com Cristo. 


Existem pessoas que ao estar com Cristo, pelas suas atitudes ainda demonstram que precisam se libertar da antiga vida. Se a antiga vida ainda reina em uma pessoa que se diz de Cristo, na verdade ela está enganando a si mesma. Temos um grande exemplo disso na bíblia. Em números 14:3 E por que nos traz o SENHOR a esta terra, para cairmos à espada e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não nos seria melhor voltarmos para o Egito? 

O Egito representa o passado, e o povo queria voltar a viver a vida do passado. No Egito eles eram escravos de Faraó, trabalhavam duramente sem descanso e eram oprimidos dia e noite, mesmo assim desejavam voltar para a antiga vida. Quando isso acontece é porque não houve o verdadeiro novo nascimento. 

O Egito também representa o mundo, você sabe que Deus tirou o povo do Egito e tinha para eles uma nova terra, a terra de Canaã. Canaã era a terra da promessa, na qual Deus havia prometido aos seus descendentes. Era uma terra de descanso, de deleite, de fartura e acima de tudo era o centro da vontade de Deus para o seu povo. Nela não haveria escravidão e nem opressão e sim um lugar da manifestação da Presença de Deus. 

O Egito também representa o domínio de faraó, faraó na bíblia aponta para o diabo. Quem vive debaixo da influencia do mundo, está sob o domingo do diabo. O Egito era uma das grandes potencias e por isso tinha muitas coisas atrativas. O mesmo acontece nos dias de hoje; esse mundo existem tantas coisas que concorre com Deus e com a igreja. 

O fato, é que, se não nos libertarmos da vida que tivemos no mundo, das experiências, dos atrativos, da comida que nele existe ( uma das coisas pelas quais o povo queria voltar era por cauda da comida) continuaremos mesmo dentro da igreja sendo escravos de faraó. 

Gostaria então de compartilhas algumas coisas que precisamos nos libertar de uma vez por todas da antiga vida e para isso vamos ter por base a nossa regra de fé, a bíblia. 

Primeiro: Esqueça o passado. 

Filipenses 3;13 – 14 13 Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão,prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. 

O padrão do mundo e da psicologia é lembrar, mas o padrão de Deus é esquecer o que passou. Como alguém que nasceu de novo, saiba que a partir de agora, os pecados do passado não existem mais. Tudo foi apagado e não há mais lembrança alguma deles diante de Deus. Devemos esquecer os erros,falhas e pecados cometidos, a confissão de salvação, o batismo e a integração no Corpo de Cristo (igreja) lhe garante o perdão do que se passou. Porque ficar lembrando aquilo que O próprio Deus apagou? Quem faz isso é porque ainda é escravo do pecado. Veja o que Isaias 43:25 Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro. 

Segundo: Toda ligação com ídolos deve ser abandona. 

Na bíblia, a Palavra de Deus, nos diz que a conversão está relacionada a deixar os ídolos. Vejamos isso em 

1 Tessalonicenses 1. 8 -10 Porque de vós repercutiu a palavra do Senhor não só na Macedônia e Acaia, mas também por toda parte se divulgou a vossa fé para com Deus, a tal ponto de não termos necessidade de acrescentar coisa alguma;pois eles mesmos, no tocante a nós, proclamam que repercussão teve o nosso ingresso no vosso meio, e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura. 

1 Joao: 5:20 - 21 Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. 

Deuteronômio 5: 7 - 8 Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; 

Salmo 16:4 Muitas serão as penas dos que trocam o SENHOR por outros deuses; não oferecerei as suas libações de sangue, e os meus lábios não pronunciarão o seu nome. 

Nestes textos podemos ver varias coisas que Deus ordena: 

  •  Deus proíbe que se faça imagem de qualquer coisa existente no céu, na terra, ou no mar e proíbe o mínimo pensamento de que tais imagens possuam algum poder. 
  • Deus proíbe que seus filhos busquem tais ídolos, seja por curiosidade ou mesmo para saber como são adorados. 
  • Um filho de Deus não deveria visitar templos idolatras, exceto por alguma razão especial. 
  • Todo objeto de idolatria deve ser abandonado e destruído. Atos 19:19 19 Também muitos dos que haviam praticado artes mágicas, reunindo os seus livros, os queimaram diante de todos. Calculados os seus preços, achou-se que montavam a cinqüenta mil denários. 
  • O ídolo é também aquilo que rouba o lugar de Deus em nossas vidas. Não se deve idolatrar ou adorar cantores, atores, bandas e etc. Isso deve ser abandonado e não pode ser praticado por um nascido de novo. 
  • Tudo aquilo que estiver ligado com a impureza e malignidade de ser abandonado e destruído. 
  • Toda injustiça deve ser abandonada. Um grande exemplo disso está em Lucas 19:8 – Zaqueu ao se converter.. 
  • Tudo o que é impróprio deve ser removido de uma pessoa nascida de novo: 
- Vícios (cigarro, jogos impróprios, álcool etc) 

- Lugares que não manifesta a Cristo com sendo impróprios de freqüentar 

- Casamento misto; (pessoas crentes que querem se casar com ímpios) 

- Concubinato (gente que vive amasiada) 

- Tudo que estiver ligado à magia, superstição, pornografia e objetos ligados a ídolos. 

Conclusão 

O sinal de que seu passado foi bem resolvido é a vida e paz como está escrito em romanos 8. 5 que diz: 5 Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito. 

Dicas: 

1-Cuidado com o mundo queime essa ponte, ela pode levar você de volta para Faraó. 

2-Creia naquilo que Jesus fez por você na cruz, perdoando seu passado e te introduzindo em uma nova vida. 

3-Se liberte do que tem o prendido, sua vida tem que estar pronta para a volta de Jesus que pode acontecer a qualquer momento. 

4-Fortaleça sua vida espiritual, não ande sozinho.





quarta-feira, 18 de abril de 2012

Curso de Consolidação Capitulo UM

Você Nasceu de Novo


Nesta primeira lição vamos aprender três coisas básicas sobre o novo nascimento:
  O que é o novo nascimento - Como ocorreu o novo nascimento - Quais são os sinais de uma vida com Deus


Introdução:

      Depois de ter um encontro pessoal com Deus, você deve ter percebido que algo diferente aconteceu com você. De uma forma muito intima, você sabe que não é mais a mesma pessoa. É claro que por fora nada mudou, mas, por dentro, algo revolucionário aconteceu.  Coisas que antes o atraia já não o fascina mais.
      A Palavra de Deus dá um nome a essa experiência: novo nascimento. Você nasceu de novo. Agora você é  uma nova criatura. Esta é a sua primeira experiência, o primeiro estágio de sua vida cristã.
O QUE SIGNIFICA O NOVO NASCIMENTO
       Significa que você ganhou a vida de Deus em acréscimo à sua vida natural. Antes você tinha apenas a vida natural, mas agora recebeu a vida espiritual, a vida do próprio Deus. Também chamamos essa experiência de regeneração.
       A salvação de Deus é plena, completa. Ela incluiu o perdão dos pecados, a purificação, a santificação, a justificação, a libertação da escravidão e etc. Tudo isso aconteceu a você. Porém, dentre todos, a regeneração é o mais importante porque é o centro da nossa salvação.
 O objetivo central de Deus ao nos salvar é nos dar a Sua vida. Foi para isso que Ele nos perdoou, justificou, libertou e santificou. Ele realizou tudo isso com um só propósito: para que pudéssemos receber Sua vida dentro de nós e nascer de novo.
     É por termos essa vida dentro de nós que podemos afirmar que somos filhos de Deus. Todo filho traz dentro de sim a natureza de seu pai. O mesmo acontece conosco: trazemos a vida e a natureza de Deus dentro de nós, por isso somos transformados em Seus filhos. Alegre-se, você agora é um filho de Deus, com todos os direitos que essa posição lhe confere.
    O novo nascimento ou regeneração é a entrada da vida de Deus em você. É a primeira experiência na vida cristã, o ponto de partida para o seu crescimento em Deus. Vamos compreender melhor como isso aconteceu.




1.         Como você era antes de nascer de novo?

A experiência de novo nascimento envolve basicamente quatro elementos: a natureza, o coração e o espírito do homem, e a vida de Deus.
Em primeiro lugar, lemos em Jeremias que  (enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?) Jr. 17:9. Embora fale de coração, esse verso trata, na verdade, da natureza humana. Assim, vemos que a natureza original é enganosa, fraudulenta e extremamente corrupta, completamente diferente da natureza de Deus.
Em segundo lugar, o seu coração era duro como pedra. Lemos em Ez. 36: 26 que o nosso coração é de pedra, mas que Deus nos daria um coração novo, de carne. Isso significa que , antes, de nascer de novo, o seu coração era endurecido, rebelde e insensível para as coisas de Deus.
Em terceiro lugar, o seu espírito estava morto para Deus, como está escrito em Efésios  2: 1. Você tinha um espírito, mas ele estava morto para Deus. É como um rádio quebrado. Ele existe, mas é incapaz de sincronizar qualquer freqüência. O seu espírito era como esse  rádio quebrado, incapaz de sintonizar a voz de Deus e ouvi-Lo. É através do espírito que você pode ter contato com Deus. Mas como o seu espírito estava morto, você não entendia nada das coisas do Espírito. Na verdade, elas eram loucura para você. 
Em quarto lugar, você estava separado da vida de Deus. Uma vez que a natureza de um homem não regenerado é corrupta, seu coração está endurecido para com Deus e seu espírito, morto, então você estava separado da vida de Deus – Ef. 4:18 Essa era a sua condição antes de nascer de novo.

2.      Como ocorreu o novo nascimento.

No momento do novo nascimento, a primeira coisa que você percebeu foi que sua natureza era corrupta e rebelde contra Deus. Você já era assim, mas, naquele momento, a luz de Deus o tornou consciente de sua condição espiritual. O Espírito Santo iluminou você, fazendo-o perceber que não apenas o que você fazia era errado, mas que sua própria natureza era errada.
Em segundo lugar, seu coração foi quebrantado diante de Deus. Quando nascemos de novo, o Espírito Santo nos ilumina a enxergar os nossos pecados contra Deus e os homens. Por causa dessa luz, o nosso coração fica quebrantado diante de Deus.
Em terceiro lugar, o seu espírito ficou compungido e contrito. Devido ao arrependimento do coração, o espírito recebe uma tristeza santa por causa do pecado.
Em quarto lugar, você recebeu a vida de Deus dentro de si, em seu espírito. Esta é a vida que Deus queria que o homem provasse lá no jardim do Éden,  comesse da árvore da vida. Mas o homem pecou e, por isso, foi expulso do jardim. Deus, então, colocou um querubim com uma espada de fogo para guardar o caminho da árvore da vida – Gn. 3:24
Sendo assim, o homem não podia mais ter a vida de Deus. Porém, houve um dia em que Jesus derramou o seu sangue na cruz, satisfazendo a exigência de justiça, da glória e da santidade de Deus, abrindo o caminho que conduz à Sua vida. Desta forma, no momento em que recebemos o Senhor Jesus Cristo com contrição, arrependimento e fé, recebemos a vida de Deus em nós- 1Jo. 5:11

3.      Quem você se tornou após nascer de novo?

Os quatro pontos que analisamos são também os sinais inequívocos de que uma pessoa nasceu de novo, foi regenerada. Sabendo que tudo isso aconteceu em sua vida, então, como você é hoje?
Em primeiro lugar, você sente que a sua natureza terrena continua sendo má, mas você não quer confiar nela nem deixar que ela domine a sua vida.
Em segundo lugar, você recebeu um novo coração que é brando para com Deus.  Aquele antigo coração de pedra foi removido e agora você possui um coração sensível, de carne – Ez.36: 26, que deseja amar a Deus e ter comunhão com Ele; que anseia pelas coisas espirituais e é disposto a obedecer à voz de Deus. Às vezes, é incapaz de obedecer, mas possui disposição e anseio profundos por fazê-lo.
Em terceiro lugar, o seu espírito está vivo para Deus. O espírito que antes estava morto foi vivificado pelo Espírito Santo. Ele agora é capaz de ter comunhão com Deus, de ouvir a Sua voz e perceber as coisas espirituais.
Em quarto lugar, você recebeu a vida de Deus. Agora ela é o centro da sua vida e precisa crescer em você ate saturar todo o seu ser.
Ser cristão é possuir a vida de Deus e manifestá-la através da sua. À medida que você crescer, será mais sensível a ela e desejará obedecê-la cada vez mais.

4.      Sinais de nova vida.

Nas Escrituras, vemos que a vida que Deus planejou para você é cheia de alegria e descanso, de comunhão plena e constante com Deus, em perfeita harmonia com Sua vontade. É uma vida que não tem fome de mundo, pois está cheia de Deus. É vitoriosa, pois não se abala facilmente. O salmo 125: 1 diz que os que confiam no Senhor são como o monte de Sião, que não se abala, firme para sempre.
A nova vida que você recebeu é o próprio Cristo, por isso não há lugar para fraqueza ou derrota – Cl. 3:4
As características práticas desta nova vida que agora você tem em seu espírito são as seguintes:

a.       É livre do pecado

Jesus o libertou do pecado, agora você é livre:
       Ela dará a luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles – Mt. 1:21
             Ser livre do pecado não significa que, eventualmente, você não vá tropeçar, ou não será mais tentado.   Quer dizer que você é livre para dizer não ao pecado cada vez que o diabo o tentar.
  
b.       Tem comunhão intima com Deus.

Quando você recebe um espírito novo, esse espírito deseja o Senhor. Agora, você anseia intensamente por ter uma intimidade muito mais profunda com DEUS.
                   Lc. 1. 74-75  Uma vez livres das mãos de inimigos, o adoramos sem temor, em santidade e justiça perante ele, todos os dias.
c.       Satisfaz-se com o Senhor
A vontade de Deus é que tenhamos satisfação e contentamento. Se você ainda  sente uma insatisfação interior, precisa avaliar se realmente bebeu da verdadeira água viva ou se tem voltado a beber da água do mundo. Quem bebe da água viva não tem mais sede, mas quem bebe da água do mundo fica ainda mais insatisfeito. Veja o que Jesus disse:
           Jo. 4:14 se você beber da água que ele der, você nunca mais terá sede; pelo contrario, a água que ele lhe der será um você uma fonte a jorrar para a vida eterna.

d.       É cheia de influencia divina.

Existe um rio fluindo do seu interior, que nutre todas as áreas de sua vida. Esse rio, além de suprir você, tem o poder de influenciar e tocar vidas. Você agora precisa deixar que ele flua do seu interior para suprir os outros. Certa vez, Jesus se levantou e exclamou:
         Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva – Jo.7. 37 – 38

e.       Vence as circunstancias e o diabo.

Aquele que nasceu de novo é capaz de vencer as circunstancias e o diabo, porque, agora, é a vida do próprio Deus que habita em nele, e ela prevalece sobre todas as coisas. O apostolo Paulo nos diz:
         Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angustia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas as coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou – Rm. 8. 35 – 37

f.        Pratica o bem.

Aquele que nasceu de novo agora anseia por fazer a vontade de Deus, cumprindo a Sua palavra. Pode ser que, às vezes, não consiga, mas o desejo permanece e, por fim, acaba praticando o bem.
        Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas – Ef .2. 10


Dicas práticas.

Agora que você nasceu de novo e foi batizado, você precisará tomar atitudes práticas:
ü Conte para seus amigos e parentes que você agora é um filho regenerado de Deus.
ü Você deve estar em uma célula em que possa ter comunhão com os demais  irmãos em Cristo.
ü Compre uma bíblia e comece a ler o novo testamento.
ü É absolutamente vital que você participe todos os domingos do culto de celebração da igreja.
ü Você agora você é um filho de Deus. Tenha convicção da sua salvação.
ü Quando se deparar com uma dificuldade ligue para um irmão da célula de preferência para o líder para que ore por você.

Blogs que sigo

Participe !

Participe !

...........................

...........................
"Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno."( Efésios 6:16)

Sugestões de leitura

  • Célula uma planta a ser cultivada - Mauro Estival
  • Apocalipse sem mistérios - Aluízio A. Silva
  • Uma vida consagrada - Naor Pedroza
  • Avivamento que nasce da morte - Naor Pedroza
  • Heróis da fé - Orlando Boyer
  • O coração de Deus desvendado - Aluízio A. Silva
  • Manual do líder de célula de crianças e juvenis- Márcia S. Ribeiro
  • O Espírito Santo, meu companheiro - David Yonggi Cho
  • Realidade espiritual - Naor Pedroza
  • 11ª Questão - Gilies Stevens
  • Manual da Visão de Células - Aluísio A. Silva
  • Minha Identidade em Cristo - Naor Pedroza
  • Bíblia