quarta-feira, 2 de maio de 2012

Curso de Consolidação - Capítulo TRÊS



A Comunhão da Família de Deus. 

"At. 2:42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. "

O cristianismo não é para ser vivido sozinho. A vida em comunidade é a forma bíblica de vivermos a vida cristã. Uma das maneiras de mostrarmos essa intimidade com Deus é através da pratica dessa comunhão com os irmãos. Nem Jesus viveu uma vida solitária, Ele nos ensinou a viver, amar e servir uns aos outros. Vamos aprender melhor sobre a comunhão.

1. Porque a comunhão é tão importante.

Não importa a sua teologia correta, os seus dons extraordinários ou sua visão ampla e estratégia da vida cristã e muito menos seus conhecimentos que possuiu através de seminários, cursos ou da própria experiência de vida dentro da igreja. Se você é individualista e não tem comunhão com a igreja, certamente você está fora da vontade de Deus.

Sem comunhão você é um tijolo fora da construção, um membro fora do corpo, um soldado perdido no campo de batalha, ou seja, é uma grande incoerência, uma contradição e uma vida sem propósito se você não praticar a comunhão. Porque precisamos ter comunhão?

a. Você é parte de uma mesma família.

Gálatas 6:10 Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé.

Efésios 2:19 -21 Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus,edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular;no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor,no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.

b. Você não pode crescer sozinho.

Assim como uma criança aprende com seus pais e irmãos mais velhos, você também precisa de pais e irmãos espirituais para crescer em Deus; não ignore esse princípio. O próprio Jesus foi batizado por João Batista. Existem igrejas aonde as pessoas vão apenas para fazer campanha e buscar uma benção, mas igreja não pode ser só isso, isso por si só não completa a vontade de Deus para o homem. Há ocasiões em que o pai precisa corrigir, amar o filho e isso acontece na igreja; precisamos de encorajamento, correções e de amor. Isso se dá através da comunhão.

c. A comunhão protege você.

Em Eclesiastes 4: 9 – 12 diz 9 Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante.Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.

d. Cristo se Manifesta na Comunhão e libera seu poder em nós

Mateus 18: 19- 20 19 Em verdade também vos digo que, se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.

20 Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou no meio deles.

Quatro maneiras sadias de termos comunhão uns com os outros

1. Podemos ter comunhão na reunião de celebração aos domingos.

2. Podemos ter comunhão na reunião da célula.

3. Podemos ter comunhão nas reuniões de confraternização.

4. Podemos ter comunhão dia a dia.

Vamos ver o que a bíblia nos ensina sobre essas maneiras:

ü Devemos amar os irmãos

Jo. 13: 34 Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.

ü Devemos acolher uns aos outros.

Rm. 15. 7 Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para a glória de Deus.

ü Devemos evitar divisões e cooperar uns com os outros

I Co.12. 25 – 26 25 para que não haja divisão no corpo; pelo contrário, cooperem os membros, com igual cuidado, em favor uns dos outros.De maneira que, se um membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um deles é honrado, com ele todos se regozijam.

ü Não devemos julgar a ninguém

Rm.14:13 Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.


ü Não devemos falar mal uns dos outros.

Tg. 4: 11 – 12 Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão ou julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?
Tg. 5: 9 9 Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas.

ü Não devemos brigar uns com os outros.

Gl. 5: 15 -16 15 Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos.
16 Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.

ü Não devemos ser exibidos.

Gl.5: 26 Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.

ü Não devemos mentir.

Cl .3:9 – 10 9 Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos
10 e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;

ü Devemos edificar os irmãos.

I Ts. 5: 11 Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo.

ü Devemos perdoar a quem nos ofender

Ef. 4: 32 32 Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.

ü Devemos aprender a sofrer o dano.

I Co. 6:7 O só existir entre vós demandas já é completa derrota para vós outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano?

ü Devemos considerar o outro superior a nós mesmos.

Fp. 2. 3 – 4 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,

Dicas práticas:

ü É fundamental que você tenha comunhão com a família de Cristo, pois agora ao nascer de novo você pertence a Ele, Cristo Jesus.

ü Leia em seus devocionais estes versículos para que você não caia nas ciladas do inimigo. Nossos irmãos em Cristo são preciosos e devemos viver com eles em um relacionamento sadio.

ü Aprenda a ser maduro se porventura surgir algum problema de relacionamento. Não deixe o diabo vencer você com essas coisas, seja superior praticando o que está escrito: em Cristo Jesus somos mais que vencedores...

ü Jesus veio morrer pela a igreja. Ame a igreja que você está em nosso caso ame a videira, ela tem sido uma benção em nossas vidas. Não despreze a sua igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blogs que sigo

Participe !

Participe !

...........................

...........................
"Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno."( Efésios 6:16)

Sugestões de leitura

  • Célula uma planta a ser cultivada - Mauro Estival
  • Apocalipse sem mistérios - Aluízio A. Silva
  • Uma vida consagrada - Naor Pedroza
  • Avivamento que nasce da morte - Naor Pedroza
  • Heróis da fé - Orlando Boyer
  • O coração de Deus desvendado - Aluízio A. Silva
  • Manual do líder de célula de crianças e juvenis- Márcia S. Ribeiro
  • O Espírito Santo, meu companheiro - David Yonggi Cho
  • Realidade espiritual - Naor Pedroza
  • 11ª Questão - Gilies Stevens
  • Manual da Visão de Células - Aluísio A. Silva
  • Minha Identidade em Cristo - Naor Pedroza
  • Bíblia